Quem sou eu

Minha foto

Durante muitos anos mergulhei em diversas áreas de conhecimento com o objetivo de produzir livros. Estudei filosofia clássica, filosofia moderna, diversos temas de psicologia, pedagogia, sociologia e diversos conhecimentos relacionados a filosofia e a medicina oriental, a qual podemos incluir o budismo, a prática zen japonesa e as medicinas tibetanas, indianas e chinesa.

Agora me considero pronto. Serão dez livros em dez anos. O primeiro #livro já saiu, em 2015, intitulado "Quando os anjos caminham sem asas"

quarta-feira, 27 de abril de 2016

Quando a pessoa boa é admirada

Em diversas ocasiões o simples fato de uma pessoa se expressar como uma pessoa boa (do bem) tende a provocar duas reações completamente opostas: a primeira, pode ser vista como um ser de grande fragilidade, fraca e sem forças para enfrentar as malícias do mundo; a segunda, pode ser vista como um ser dotado de uma virtude rara e digna de admiração e imenso respeito. Mas o que diferencia cada uma das interpretações? O que pode pender mais para uma interpretação do que outra? A resposta encontra-se em apenas uma palavra: a convicção. Pessoas boas convictas são aquelas que agem com orgulho de serem assim. Não agem pensando em agradar terceiros. Apenas se comportam convictas que este valor é superior a qualquer postura oposta. Pessoas boas convictas e seguras despertam admiração, se destacam e inspiram.

Bidth, personagem principal do livro "Quando os anjos caminham sem asas" é assim.

Vendas:

www.bibliiteca24horas.com.br (leitura gratuita 20% das páginas)

www.amazon.com.br (vendas digitais)

#livros 
#literatura 
#leituras 
#leitura 
#livrosyviagens 
#livrosnacionais
#livroseleitura 
#livrosemaislivros 
#livrosoulivros 
#leituradodia 
#leituradanoite 
#ler 
#leitores 
#leitorescompulsivos