Quem sou eu

Minha foto

Durante muitos anos mergulhei em diversas áreas de conhecimento com o objetivo de produzir livros. Estudei filosofia clássica, filosofia moderna, diversos temas de psicologia, pedagogia, sociologia e diversos conhecimentos relacionados a filosofia e a medicina oriental, a qual podemos incluir o budismo, a prática zen japonesa e as medicinas tibetanas, indianas e chinesa.

Agora me considero pronto. Serão dez livros em dez anos. O primeiro #livro já saiu, em 2015, intitulado "Quando os anjos caminham sem asas"

domingo, 27 de dezembro de 2015

Minha primeira postagem....

O menino Aang do seriado de animação "Avatar - A lenda de Aang" representa o ponto de partida de tudo que podemos compreender a nesta vida e, muitas vezes, não sabemos como administrar. Para muita gente o equilíbrio é uma estágio utópico. Uma forma de se manter zen mesmo em um mundo que insiste em nos desestruturar. Mas a grande verdade é que, dentro da rotina de vida de cada um de nós, isso é abolutamente impossível! Não estamos neste mundo para nos resignarmos por não coseguirmos o equilíbrio absoluto. Ao contrário, estamos aqui para buscarmos a nossa hormonia vivendo as oscilações. Oscilar é permitir a mente ou o corpo se desequilibrarem. Desde que sejamos capazes de não vivenciar este estágio por um tempo demasidamente prolongado. Podemos, por exemplo, nos aborrecer com algo ou com alguém. O que não podemos é carregar a raiva e a mágoa ao longo de muitas horas ou muitos dias. Quanto mais rápido voltarmos a nossa paz, depois do nosso equilíbrio, mais próximos estaremos da sintonia dos autênticos avatares.